COMPROMISSO DO MPLA (2): Políticas estratégicas de desenvolvimento
COMPROMISSO DO MPLA (2): Políticas estratégicas de desenvolvimento

In Programa de Governo para o período 2017/2022

 

PortalMPLA, 19 JANEIRO 18 (6ª FEIRA) - Tendo em vista a prossecução dos grandes objectivos nacionais e considerando a situação política, económica, financeira e social do País, o MPLA assume nove políticas estratégicas de desenvolvimento.

Cada política está estruturada em objectivos e medidas de política. Todas estas políticas são transversais e integradas, envolvendo a mobilização de meios e acções de natureza sectorial e multissectorial.

Os dois primeiros objectivos nacionais, “consolidação da paz e da democracia e preservação da unidade e da coesão nacional” e o “reforço da cidadania e construção de uma sociedade cada vez mais inclusiva”, serão prosseguidos, dada a sua natureza, de forma integrada, através de uma única e determinante política estratégica: “consolidar a paz, reforçar a democracia, a cidadania e a sociedade civil”.

Estas políticas estratégicas de desenvolvimento estão apresentadas, de forma a permitir a sua afectação e responsabilização directa a membros do Executivo, facilitando o processo de avaliação da actividade governativa, na prossecução de objectivos, na efectivação das medidas de política e na realização das metas fixadas.

A governação do MPLA para o período 2017/2022 será, assim, suportada nas seguintes políticas estratégicas de desenvolvimento:

a)     Consolidar a paz, reforçar a democracia, a cidadania e a sociedade civil;

b)     Promover o desenvolvimento sustentável e diversificado, com inclusão económica e social e redução das desigualdades;

c)     Promover o desenvolvimento humano e o bem-estar dos angolanos, com inclusão económica e social;

d)     Garantir a reforma do estado, a boa governação e o combate à corrupção;

e)     Estimular a transformação da economia, o desenvolvimento do sector privado e a produtividade e competitividade da economia;

f)      Promover a valorização do capital humano e a promoção do emprego qualificado e remunerador;

g)     Garantir a defesa e segurança da Nação e dos cidadãos;

h)     Assegurar o desenvolvimento harmonioso do território, com descentralização e municipalização;

i)      Promover o reforço do papel de Angola no contexto internacional e regional.

(Na foto, a Barragem de Laúca, na província de Malanje, o maior aproveitamento hidroeléctrico de Angola, construído pelo Governo angolano, na Legislatura 2012/2017).

Sede Nacional do Partido/

Ver todos os artigos
Próxima notícia
Imprensa
Redes Sociais
Facebook
Youtube